Mês da Mulher no varejo: saiba como destacar sua marca

Tempo de Leitura: 4 minutos

No dia 8 de março, celebra-se o Dia Internacional da Mulher, data que está ganhando cada vez mais espaço no varejo e é vista como uma oportunidade para criar campanhas promocionais e alavancar a venda de produtos destinados ao público feminino.

Mês da Mulher no e-commerce

O mês de março ficou conhecido como o mês da mulher e apesar de estar longe de ser o mês campeão de vendas para os e-commerces, vale a pena dar atenção para estes dados e preparar a sua loja:

Um estudo feito pela Compre&Confie (empresa de inteligência de mercado), mostrou que em 2019, mais de 19 milhões de consumidores fizeram compras online no primeiro semestre, dentre os consumidores analisados pelo estudo e considerados “heavy users”, ou seja, que fazem compras frequentemente, as mulheres representam 60% e dentre todos os consumidores, elas foram responsáveis por 51% dos pedidos no ano passado.

Um outro estudo realizado pela Nielsen, mostrou que o principal atributo no momento de uma mulher escolher marcas é o custo-benefício, seguido por experiência de compra, revelando uma tendência de que as mulheres estão mais exigentes em seu consumo e buscam produtos e marcas que ofereçam não apenas preço, mas entrega de valor

Pra entender essas novas expectativas do consumidor, conversamos com a Gabriela Garcia, diretora de operações da Capitalismo Consciente sobre a relação de marcas com causas. Vale a pena conferir:

Por isso, antes de criar ofertas para o Mês da Mulher, é preciso entender o que elas esperam e acima de tudo, lembrar do real sentido e importância desta data, que é um símbolo da luta feminina pelo respeito, pela igualdade e liberdade. Pensando nisso, várias marcas viram a importância de utilizar estrategicamente o Marketing de Causas em suas campanhas do Mês da Mulher, investindo em iniciativas de impacto que trabalham questões como igualdade de gênero, valorização do empreendedorismo feminino, combate à violência, entre outros. 

Engajando seu público no Mês da Mulher

Em tempos de empoderamento e voz ativa, negócios que não levantam a bandeira de uma causa podem perder espaço na preferência do público. Já mostramos aqui no Blog do Polen diversos estudos que mostram a que cada vez mais os consumidores valorizam marcas que fazem mais do que vender produtos, mas que existem por um propósito maior. 

Mais do que falar sobre causas, essas marcas valorizadas se mostram protagonistas com ações concretas que engajam o público. Pensando em facilitar esse tipo de ação, nasceu a campanha #MULHERESQUECAUSAM que tem como objetivo trazer ao varejo o real sentido da data e transformar cada venda em uma oportunidade de empoderar mulheres que lutam por diferentes causas. A campanha é idealizada pelo Polen e reúne marcas, consumidoras e iniciativas de impacto social. As lojas participantes do #MulheresQueCausam poderão destinar uma porcentagem de suas vendas para ONGs como: Think Olga, Instituto Rede Mulher Empreenderora, Associação Fala Mulher, entre outras que estão listadas aqui. O melhor, é que as clientes podem fazer parte desta ação, pois ao final de cada compra, podem escolher a causa que desejam apoiar e não gastam nada a mais pela compra, pois a doação é feita pelo e-commerce.

Participe da campanha #MulheresQueCausam

Muitas marcas já entenderam a importância da responsabilidade social, não apenas como um posicionamento, mas como algo que deve fazer parte do DNA da empresa, com ações de impacto tanto internas como externas. Só assim, uma empresa que apoia causas de forma genuína e transparente, é capaz de conquistar a fidelidade e a empatia dos clientes.

Redes sociais no Mês da Mulher

Aproveitar os recursos das redes sociais como: lives, enquetes, hashtags e etc para promover discussões relacionadas à causas femininas é uma excelente maneira de engajar o público. Temas não faltam: saúde, carreira, maternidade, superação e muito mais. Além de saírem na frente e entregar muito mais do que ofertas, estas marcas consequentemente transformar clientes em fãs, o que aumenta a fidelidade e a reputação.

E você? Acredita que o mês da mulher vale muito mais do que descontos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *